O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), subiu hoje o tom contra o Presidente da República, Michel Temer, e ameaçou tomar medidas drásticas, caso seu irmão não seja