O governo Dilma Rousseff pretende intermediar a crise entre a Coréia do Norte e a Coréia do Sul.