O boxeador cubano Julio César Cruz, que prestou continência ao camarada Fidel Castro no pódio. Não há críticas, só deslumbre e admiração.