Direitos Humanos: estuprador processa mulher agressiva por tentativa de homicídio

Em Novo Horizonte, Amapá, Policiais do Batalhão de Choque foram acionados no final da tarde desta segunda-feira, por um homem que se deslocava no Bairro da Paz, para atender um chamado relativo a presença de uma mulher perigosa e agressiva.

Leopoldo Neto de Pádua, o “Foguinho”, alegou que foi brutalmente agredido durante uma tentativa de estupro. “Eu estava seguindo a mulher e decidi abordá-la pouco antes dela entrar em casa. Subitamente fui atacado, sem a menor chance de defesa, por um jato fortíssimo de spray de pimenta nos olhos. Não tive nem a chance de sacar a minha faca. Jamais vi tanta violência e desumanidade na minha vida!”, disse Pádua.

Segundo o líder de um grupo de Direitos Humanos local, a mulher, ainda não identificada, poderia ter provocado a morte da vítima. “A reação foi totalmente desproporcional à suposta ameaça. Ela poderia ter conversado civilizadamente, respeitosamente e até carinhosamente. Mas agora que o mal já está feito a única solução é cortar sua raiz. O jovem ‘Foguinho’ será cadastrado no Programa de Apoio Psicológico, Jurídico, Emocional, Progressista e Social. Também mobilizaremos nossos advogados para denunciar a agressora à Justiça Progressista”, afirmou o líder.

“Foguinho”, que já foi preso e solto pela Justiça várias vezes, foi atendido no pronto-socorro municipal de Novo Horizonte e, apesar do trauma psicológico, passa bem. A mulher foi conduzida ao plantão policial, onde foi autuada por lesão corporal e tentativa de homicídio.

Siga Comunistas Caricatos no Facebook, kamarada!

FECHAR