Da igualdade de Idéias Originais

Artigo Revolucionário originalmente publicado no Jornal Opinião Popular, o jornal do POVO.

opiniaopopularÉ sabido que, no mundo, mais do que desigualdade de renda, a desigualdade de idéias oprime o ser humano. Enquanto burgueses como Dickens, Smith, Neruda e Marx são capazes de produzir idéias completamente inovadoras – independentemente do valor que possuem -, outros, como 90% da população mundial, morrerão sem jamais ter visto uma lâmpada brilhar sobre as suas cabeças.

É preciso, portanto, ajustar a criatividade de forma que todos sejam igualmente agraciados pela inovação de idéias. Para tanto, cinco possibilidades podem ser visualizadas:

1. Criação de uma cota/limite de idéias por pessoa, de forma que todo o excedente seja redistribuído entre o Povo, pelo Povo e com o Povo. Essa cota seria estabelecida pelo Estado e teria coeficientes menores para pessoas cujo funcionamento cerebral é maior – uma espécie de imposto de renda, mas recaindo sobre as idéias;

2. Podar a criatividade de nossas crianças para que nenhuma delas se sobressaia às demais no futuro, e para que seja possível uma realidade mais justa e saudável. Para o presente, no entanto, medidas mais drásticas seriam necessárias, como a aplicação de injeções de bloqueio das funções neurais – neuroparalizantes – em todos os adultos;

As outras três formas não desenvolvi(emos), pois fazê-lo seria ultrapassar o limite de idéias inovadoras – é necessária uma autorização do Estado para tanto, e é necessário também provar que as idéias são todas favoráveis à causa. A aprovação deve sair em trinta dias. Pena que não possa usar argumentos originais para defender o direito de publicação em prol da causa, de forma que a submissão de meu pedido constará do texto:

Gostaria de ter autorização do Estado para o desenvolvimento de Idéias Originais porque sim.

Siga Comunistas Caricatos no Facebook, kamarada!

FECHAR